14 maio 2024

Atividade com interpretação de texto e trabalho com verbos


Leia o texto e responda às questões.

BRASILEIROS PROCURAM EMBAIXADA DE ISRAEL DISPOSTOS A LUTAR NA GUERRA

Guerra no Oriente Médio gera comoção mundial. Embaixada de Israel recebeu centenas de e-mails de brasileiros se voluntariando para combates

 

Ana Flávia Castro e Breno Esaki / 12/10/2023

     A guerra entre Israel e o grupo Hamas tem causado comoção em brasileiros de diversas partes do país. O Metrópoles apurou que, desde a última segunda-feira (9/10), a Embaixada de Israel no Brasil tem recebido, em média, cem e-mails por dia de voluntários. Eles têm se colocado à disposição para integrar o exército israelense e lutar contra o grupo islâmico fundamentalista no Oriente Médio.

     De acordo com fontes da diplomacia ouvidas pela reportagem, uma informação falsa alegando que a embaixada israelense estaria solicitando reforços militares globais circula desde o início da semana, o que levou a centenas de mensagens nas caixas de e-mail da representação diplomática.

     A embaixada enviou nota oficial informando que governo israelense não aceita alistamento de cidadãos de outros países. No comunicado, eles explicam que as convocações ocorridas até então, em território brasileiro, são exclusivamente de cidadãos israelenses que estão temporariamente no Brasil.

     “São pessoas que estão alistadas na reserva e treinam anualmente em Israel. A possibilidade de um israelense que reside no Brasil ser chamado só existe se essa pessoa não se desligou da reserva quando deixou Israel. Eles precisam se desligar, mas algumas pessoas esquecem”, explica a representação diplomática.





     Na prática, apenas uma pessoa que já serviu no exército israelense durante o serviço obrigatório pode ser convocada. Ou seja, um brasileiro que vive a vida inteira no Brasil e mora no Brasil, mas adquiriu a cidadania israelense, não pode ser convocado porque não está alistado na reserva.

Fonte: hts://www.metropoles.com/



1. O gênero notícia, em sua essência, caracteriza-se por sua atualidade, refletindo eventos recentes e relevantes. A objetividade é fundamental, pois uma notícia deve apresentar informações de forma imparcial, sem opiniões pessoais do autor. Assim sendo, localize no texto as seguintes informações comuns no gênero notícia.



a) Manchete.

_____________________________________________________________________



b) Primeira frase do lide.

_____________________________________________________________________


c) Data de publicação.

_____________________________________________________________________



d) Veículo responsável pela informação.

_____________________________________________________________________



e) Jornalistas responsáveis pela publicação.

_____________________________________________________________________



f) Local de publicação e divulgação do texto.

_____________________________________________________________________



g) Subtítulo.

_____________________________________________________________________

 

2. Encontre no texto as seguintes informações:



a) O que aconteceu?

_____________________________________________________________________



b) Por que isso aconteceu?

_____________________________________________________________________



c) Quem estão envolvidos?

_____________________________________________________________________





3. Por que brasileiros estão enviando e-mails para a Embaixada de Israel?

_____________________________________________________________________



4. Assinale a alternativa cuja expressão grifada no trecho estabelece ideia de conformidade.

a) “De acordo com fontes da diplomacia ouvidas pela reportagem...”

b) “Eles precisam se desligar, mas algumas pessoas esquecem...”

c) “... reforços militares globais circula desde o início da semana...”

d) “...ser convocado porque não está alistado na reserva.”



5. Leia os trechos retirados do texto e identifique a classe gramatical de cada palavra grifada. Siga o exemplo.

a) “... governo israelense não aceita...”         adjetivo         

b) “... que já serviu no exército...” __________________

c) “... no Brasil tem recebido...” ___________________

d) “A guerra entre Israel e o grupo...” ______________

e) “... eles explicam que as...” ________________

f) “... e lutar contra o grupo islâmico...” ______________

g) “... cem e-mails por dia de voluntários.” ___________

h) “... governo israelense não aceita...” ______________



6. Identifique no texto a que / quem as palavras grifadas estão se referindo.

a) “No comunicado, eles explicam...” _______________

b) “Eles têm se colocado...” ____________________

c) “... se essa pessoa não se...” ___________________

d) “... que estão temporariamente...” _______________



7.  Em: “A embaixada enviou nota oficial informando que governo israelense não aceita alistamento de cidadãos de outros países.”, esse trecho indica: FATO ou OPINIÃO?

_____________________________________________________________________

 

13 maio 2024

Análise crítica da obra de arte Abapuru de Tarcila do Amaral

Abapuru
A obra "Abaporu" é uma das mais icônicas e significativas do movimento modernista brasileiro, sendo considerada uma das principais representantes do movimento antropofágico. Criada por Tarsila do Amaral em 1928, ela retrata uma figura humana de proporções exageradas e simplificadas, com elementos que remetem à cultura indígena e ao imaginário popular brasileiro.

Uma análise crítica da obra pode começar pela sua importância histórica e cultural. "Abaporu" foi encomendada pelo escritor Oswald de Andrade como presente de aniversário para sua esposa, a também escritora Tarsila do Amaral. O quadro surgiu em um momento de efervescência cultural e de busca por uma identidade nacional no Brasil pós-colonial.

A figura central da obra, com sua aparência distorcida e desproporcional, desafia as convenções estéticas tradicionais e transmite uma sensação de estranhamento e de estrangeiro em seu próprio contexto. Essa ruptura com a estética acadêmica da época foi uma característica marcante do movimento modernista, que buscava romper com os padrões europeus e valorizar a singularidade da arte brasileira.

O título "Abaporu" também é significativo, sendo uma junção das palavras "aba" (homem) e "poru" (comedor) na língua indígena tupi-guarani. Essa ideia de antropofagia cultural, proposta por Oswald de Andrade em seu Manifesto Antropófago, sugere a absorção e transformação de influências estrangeiras pela cultura brasileira, de forma a criar algo novo e original.

No entanto, é importante notar que, apesar de sua importância histórica e simbólica, a interpretação da obra pode variar de acordo com o contexto e as experiências individuais de cada espectador. Alguns críticos podem destacar sua contribuição para a construção de uma identidade nacional e para a valorização da cultura popular brasileira, enquanto outros podem questionar seu impacto e significado dentro do cenário artístico global.

Em suma, "Abaporu" é uma obra que continua a despertar interesse e provocar reflexões sobre identidade, cultura e arte, tanto dentro do Brasil quanto no cenário internacional. Sua influência perdura até os dias de hoje, tornando-se um ícone não apenas do modernismo brasileiro, mas também da arte contemporânea.

Palavras-chave: Abaporu, Tarsila do Amaral, modernismo brasileiro, arte brasileira, identidade nacional, cultura indígena, surrealismo, cubismo, futurismo.


12 maio 2024

As Cadeias Libertadoras do Perdão


Importância do perdão
    
O perdão é uma das mais poderosas expressões de humanidade que podemos oferecer a nós mesmos e aos outros. É uma jornada interna de libertação, uma jornada que nos permite transcender as amarras do ressentimento, da mágoa e da dor. Quando perdoamos, não estamos necessariamente absolvendo as ações de alguém, mas sim soltando os grilhões que nos prendem ao passado.

    Perdoar não é um ato de fraqueza, mas de incrível força interior. É reconhecer nossa própria humanidade, nossas falhas e imperfeições, e estender essa compreensão aos outros. É um ato de autotranscendência, onde deixamos de lado o desejo de vingança e abraçamos a paz interior.

    No entanto, o perdão nem sempre é fácil. Requer coragem para confrontar as emoções dolorosas que estão profundamente enraizadas em nosso ser. Requer compaixão para entender o ponto de vista daqueles que nos feriram. E requer tempo, um processo gradual de cura e aceitação.

    Mas quando finalmente conseguimos perdoar, descobrimos uma liberdade que é verdadeiramente transformadora. Nos libertamos do fardo do passado, permitindo-nos viver no presente com maior leveza e serenidade. O perdão não apenas cura feridas antigas, mas também abre espaço para novos começos e conexões mais profundas com os outros.

    Portanto, que possamos abraçar o poder do perdão em nossas vidas. Que possamos encontrar a coragem para deixar de lado o peso do ressentimento e abraçar a liberdade que vem com o perdão. Pois é somente através do perdão que podemos verdadeiramente alcançar a paz interior e a harmonia com o mundo ao nosso redor.

    Palavras-chave: perdão, humanidade, libertação, compaixão, cura, transformação, coragem, aceitação, paz interior, harmonia.

05 maio 2024

Exemplos de textos com modal verb Would like

Texto 1

Cliente: Good evening! Table for two, please.

Hostess: Of course, right this way. Here are your menus. Can I get you something to drink while you look over the menu?

Cliente: Yes, please. I would like a glass of white wine, please.

Hostess: Certainly, would you like to see our wine list, or would you prefer a recommendation?

Cliente: I'll take a look at the list, thank you.

(Hostess brings the wine list)

Hostess: Here you go. Our house white is quite popular, but we also have a lovely Sauvignon Blanc from New Zealand if you're interested.

Cliente: I'll go with the Sauvignon Blanc, please.

Hostess: Excellent choice. And for you, sir?

Cliente: I'll have a sparkling water with lemon, please.

Hostess: Of course. I'll bring those right out for you. Are you ready to order food, or do you need more time?

Cliente: Actually, could we have a few more minutes to decide, please?

Hostess: Of course, take your time. I'll be back shortly to take your order.

(Hostess brings the drinks)

Hostess: Here are your drinks. Do you need more time with the menu?

Cliente: No, we're ready to order now.

(They proceed to place their orders)

Hostess: Perfect, I'll get that started for you right away. Enjoy your drinks!

Cliente: Thank you.


Texto 2

Diálogo- Would like

Michael : Hi there! Can I help you find anything?

Richard: Yes, actually. I would like to inquire about your selection of laptops.

Michael: Certainly! What specifications are you looking for?

Richard: I would like something lightweight with a decent battery life, preferably with at least 8GB of RAM.

Michael: We have a few options that might fit your criteria. Would you like to take a look at them?

Richard: Yes, please. Also, I would like to know if you offer any extended warranty options.

Michael: Absolutely. Let me show you our available laptops, and then we can discuss the warranty options. Follow me, please

Metodologia Ativa: Rotação por Estações

Rotação por estação

Nos últimos anos, a educação tem passado por uma transformação significativa, abandonando os métodos tradicionais de ensino em favor de abordagens mais dinâmicas e envolventes. Uma dessas abordagens é a metodologia ativa, que coloca o estudante no centro do processo de aprendizagem, incentivando a participação ativa, a colaboração e a autonomia.

Dentro do vasto espectro das metodologias ativas, uma das mais promissoras é a rotação por estações. Neste artigo, vamos explorar o que é essa metodologia, como ela funciona e quais são seus benefícios para alunos e professores.

O que é a Metodologia Ativa de Rotação por Estações?

A rotação por estações é uma abordagem pedagógica que envolve a divisão da sala de aula em diferentes estações ou atividades de aprendizagem. Os alunos são divididos em grupos e rotacionam entre essas estações, cada uma com uma atividade ou foco de aprendizagem diferente. Essas estações podem incluir atividades práticas, discussões em grupo, projetos de pesquisa, entre outras.

Como Funciona?

O processo de rotação por estações geralmente segue um cronograma pré-determinado, onde os alunos passam um tempo específico em cada estação antes de se deslocarem para a próxima. O professor pode organizar as estações de acordo com o tema da aula, os objetivos de aprendizagem ou as necessidades individuais dos alunos.

Durante as rotações, os alunos têm a oportunidade de se envolver em diferentes tipos de atividades, o que promove a variedade de estímulos e abordagens de aprendizagem. Além disso, eles têm a chance de trabalhar em equipe, colaborar com os colegas e desenvolver habilidades sociais importantes.

Benefícios da Rotação por Estações

  1. Engajamento dos Alunos: Ao oferecer uma variedade de atividades, a rotação por estações mantém os alunos engajados e motivados, pois atende a diferentes estilos e ritmos de aprendizagem.

  2. Personalização da Aprendizagem: Como os alunos podem rotacionar entre as estações, o professor tem a oportunidade de personalizar a experiência de aprendizagem para atender às necessidades individuais de cada aluno.

  3. Colaboração e Comunicação: As atividades em grupo promovem a colaboração e a comunicação entre os alunos, incentivando-os a trabalhar juntos para resolver problemas e compartilhar ideias.

  4. Desenvolvimento de Habilidades: A rotação por estações permite que os alunos desenvolvam uma variedade de habilidades, desde habilidades cognitivas, como pensamento crítico e resolução de problemas, até habilidades sociais, como trabalho em equipe e comunicação eficaz.

  5. Autonomia e Responsabilidade: Ao assumirem o controle de sua própria aprendizagem e gerenciarem seu tempo durante as rotações, os alunos desenvolvem autonomia e responsabilidade pelo seu processo de aprendizagem.

Conclusão

A metodologia ativa de rotação por estações é uma abordagem inovadora e eficaz para o ensino e a aprendizagem. Ao proporcionar uma experiência de aprendizagem dinâmica, envolvente e personalizada, ela prepara os alunos para enfrentar os desafios do século XXI, capacitando-os com as habilidades e conhecimentos necessários para ter sucesso na vida acadêmica e profissional.

Se você é um educador em busca de estratégias pedagógicas inovadoras, considere incorporar a rotação por estações em sua prática educacional e experimente os benefícios dessa abordagem transformadora.