Mostrando postagens com marcador História. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador História. Mostrar todas as postagens

03 junho 2020

Sequência didática: Arquitetura medieval: As igrejas românicas e góticas

12ª sequência didática

Componente Curricular: História
Ano: 6º
Bimestre: 4º

Arquitetura medieval: As igrejas românicas e góticas

Objetivos

Analisar as arquiteturas das igrejas do período medieval.

Relacionar os diferentes tipos de construções com o contexto histórico da época.

Identificar o papel da religião cristã no modo de organização social no período medieval.

Produzir miniaturas das igrejas apresentando os estilos estudados.

Objeto de conhecimento

O papel da religião cristã, dos mosteiros e da cultura na Idade Média.

Habilidade trabalhada

EF06HI18: Analisar o papel da religião cristã na cultura e nos modos de organização social no período medieval.

Materiais e recursos

Computadores com acesso à internet.

Projetor de imagem (opcional).

Slides ou imagens impressas da arquitetura românica e gótica.

Cartolina.

Papelão.

Régua.

Tesoura com pontas arredondadas.

Canetas hidrocor.

Papéis coloridos.

Estilete (uso exclusivo do professor).

Cola quente (uso exclusivo do professor).

Tinta guache.

Pincel.

Quantidade de aulas

6 aulas de aproximadamente 50 minutos cada.

Desenvolvimento da sequência

Etapa 1 (aproximadamente 100 minutos / 2 aulas)

Preparação

Verifique, antecipadamente, as condições de uso da sala de informática, a fim de que esteja disponível para utilização no dia da aula. Caso não seja possível, traga imagens em slides ou impressas da arquitetura românica e gótica.

Esta etapa tem como objetivo incentivar os alunos a refletir sobre a relação entre a arquitetura medieval e o contexto histórico.

Encaminhamento

Inicie a aula com uma conversa a respeito das fontes históricas. Peça aos alunos que citem algumas fontes históricas. É provável que os alunos as associem a museus, a título de exemplo. Explique aos alunos que qualquer objeto, relato oral, imagem, texto escrito pode se tornar uma fonte história se fizermos sua análise, interpretando-o, questionando-o sobre sua criação, utilização e contexto, por exemplo.

Comente que as construções arquitetônicas também são consideradas fontes históricas muito importantes. Destaque que, com base na análise da arquitetura, é possível compreender o contexto de sua produção, o modo de vida das pessoas da época, as razões para utilização e seus significados entre outras informações.

Comente que, mais do que representar determinada religião, as construções das igrejas reproduzem a mentalidade de uma época. As características arquitetônicas revelam as influências, os anseios, os gostos, a política de um período histórico.

Proponha aos alunos que analisem a arquitetura de igrejas do período medieval buscando estabelecer relações entre os estilos das construções e o contexto histórico. Para isso, leve os alunos à sala de informática e oriente-os a pesquisarem sobre as características do período medieval e os estilos arquitetônicos românico e gótico. Peça que eles anotem as informações no caderno.

Etapa 2 (aproximadamente 50 minutos / 1 aula)

Preparação

Para dar fundamentação à aula, se julgar necessário, acesse o texto Arte românica, História das Artes. Disponível em: <http://livro.pro/i8tmco>. Acesso em: 3 set. 2018. E o texto Arte gótica, História das Artes. Disponível em: <http://livro.pro/yqqkek>. Acesso em: 3 set. 2018. Avise os alunos, com antecedência, que eles utilizarão a pesquisa realizada na Etapa 1.

Providencie imagens, impressas ou em slides, de igrejas nos estilos românico e gótico. Seguem alguns exemplos.

???

Neirfy/Shutterstock.com

???

Arcansel/Shutterstock.com

Catedral em Barcelona, Espanha.

Catedral de Milão, Itália.

???

kristof lauwers/Shutterstock.com

???

KarSol/Shutterstock.com

Igreja em Afsnee, Bélgica.

Igreja na Catalunha, Espanha.

Encaminhamento

Inicie a aula com uma conversa sobre o tema da Igreja na Idade Média. Destaque a importância dessa instituição nessa época. Comente que ela era a instituição de maior poder que influenciava a cultura e o modo de organização social daquele período.

Mencione que as construções das igrejas na Alta Idade Média (estilo românico) têm como características muros de pedras e poucas janelas. Isso porque era um período de constantes ameaças de invasões territoriais e eram necessárias construções que garantissem a segurança. Já as igrejas na Baixa Idade Média (estilo gótico) apresentavam construções altas e pontiagudas, pois associavam a verticalidade à proximidade com Deus, marcando o aspecto teocêntrico da época.

Em seguida, peça aos alunos que comentem sobre os resultados da pesquisa realizada na Etapa 1. Eles podem realizar essa etapa em conjunto, um complementando a fala do outro. Incentive nessa etapa a prática do diálogo e troca de informações entre os alunos.

Depois, convide os alunos a se sentarem em círculo e disponha no chão as imagens das igrejas impressas. Peça que agrupem os materiais de acordo com seu estilo arquitetônico: românico ou gótico, argumentando o porquê dessa classificação.

Finalize conferindo se as classificações foram realizadas de maneira correta, fazendo as intervenções necessárias.

Etapa 3 (aproximadamente 150 minutos / 3 aulas)

Preparação

Esta etapa consiste em confeccionar miniaturas de igrejas dos estilos românico e gótico para serem expostas na escola. Verifique antecipadamente um local adequado para a exposição.

Solicite aos alunos que providenciem os seguintes materiais: cartolina, papelão, réguas, tesouras com pontas arredondadas, canetas hidrocor, tinta guache, pincéis, papéis coloridos e demais materiais que julgarem pertinentes para a confecção de miniaturas de igrejas românicas e góticas.

Providencie estilete e cola quente. Atente-se para que apenas um adulto manuseie esses objetos.

Encaminhamento

Organize os alunos em duplas e distribua as imagens das igrejas românicas e góticas utilizadas na atividade da Etapa 2. Peça aos alunos que escolham uma das imagens como referência para confeccionarem uma miniatura dessa igreja. Distribua os materiais e auxilie os alunos a cortarem o papel com o estilete e a utilizarem a cola quente.

Com papelão, eles podem fazer a estrutura principal, dando as características da igreja que escolheram (gótica ou românica). Em seguida, podem utilizar papéis coloridos, tinta guache e canetas para confeccionar os adornos das igrejas e as rosáceas, por exemplo.

Para acompanhar a exposição das miniaturas, seria interessante que a turma produzisse dois cartazes explicando os estilos arquitetônicos estudados. Para fixar os cartazes, providencie fita adesiva.

Cole os cartazes no local escolhido para a exposição e oriente os alunos a organizarem os materiais a serem expostos. Eles podem também preparar um título para sua exposição, como: Igrejas Medievais.

Faça um convite para que as demais turmas, professores e funcionários compareçam à exposição.

Avaliação de aprendizagem

O processo de avaliação é contínuo e deve ocorrer durante a realização de todas as atividades propostas. As perguntas a seguir apresentam alguns aspectos importantes de serem avaliados nesta sequência didática.

Aspecto

Sim

Não

Parc.

Os alunos participaram dos momentos de conversa propostos em aula?

Os alunos realizaram a pesquisa solicitada?

Os alunos souberam se organizar para realizar a atividade de produção de miniaturas?

Os alunos compreenderam os estilos arquitetônicos estudados?

Atividades

As atividades abaixo irão auxiliá-lo no processo de verificação de aprendizagem. Reproduza-as na lousa e peça aos alunos que respondam da maneira que você julgar conveniente. Eles podem responder às questões oralmente, no caderno ou em uma folha separada.

1. Comente sobre a arquitetura românica.

A arquitetura românica refere-se a um estilo arquitetônico marcado pelas constantes invasões territoriais da época, o que influenciou na construção de grandes muros de pedras e pequenas janelas nas paredes, visando à segurança. Entre as características desse estilo, estão: interior pouco iluminado, pilares grossos, arcos e predominância de linhas horizontais.

2. Comente sobre a arquitetura gótica.

A arquitetura gótica refere-se a um estilo arquitetônico marcado pelo teocentrismo típico da Idade Média. Suas construções religiosas (igrejas, catedrais, basílicas ou mosteiros) apresentam características como: arcos, vitrais, gárgulas, verticalidade, fachadas monumentais, grande iluminação no interior, planta em formato de cruz latina, entre outras.

Autoavaliação

Reproduza na lousa ou providencie cópias do quadro a seguir para os alunos.

Marque um X na alternativa que melhor representa como você se sente em relação às atividades desta sequência.

Sim

Não

Mais ou menos

Participei dos momentos de conversa propostos em aula?

Fiz a pesquisa solicitada?

Confeccionei uma miniatura de igreja respeitando os estilos estudados?


Fonte: PNLD

Sequência didática: Construindo um feudo

11ª sequência didática

Componente Curricular: História
Ano: 6º
Bimestre: 4º

Construindo um feudo

Objetivos

Identificar as estruturas de um feudo.

Caracterizar o funcionamento de um feudo.

Compreender as relações estabelecidas entre senhores feudais e servos.

Problematizar o trabalho servil no período feudal.

Refletir sobre os papéis sociais das mulheres no período medieval.

Objetos de conhecimento

Senhores e servos no mundo antigo e no medieval.

Escravidão e trabalho livre em diferentes temporalidades e espaços (Roma Antiga, Europa medieval e África).

Lógicas comerciais na Antiguidade romana e no mundo medieval.

O papel da mulher na Grécia e em Roma, e no período medieval.

Habilidades trabalhadas

EF06HI16: Caracterizar e comparar as dinâmicas de abastecimento e as formas de organização do trabalho e da vida social em diferentes sociedades e períodos, com destaque para as relações entre senhores e servos.

EF06HI19: Descrever e analisar os diferentes papéis sociais das mulheres no mundo antigo e nas sociedades medievais.

Materiais e recursos

Régua.

Lápis de cor.

Tesoura com pontas arredondadas.

Tubo de cola.

Fita adesiva.

Caixa de papelão.

Cartolina branca.

Papel crepom (verde e marrom).

Tinta guache.

Pincel.

Palitos de picolé.

Placa de isopor de 100 cm × 50 cm × 3 cm.

Toalha de mão.

Quantidade de aulas

6 aulas de aproximadamente 50 minutos cada.

Desenvolvimento da sequência

Etapa 1 (aproximadamente 100 minutos / 2 aulas)

Preparação

Na primeira etapa da sequência didática, será proposta a construção de uma maquete de um feudo, para que os alunos consigam identificar as principais partes desse tipo de propriedade. Também será possível compreender elementos sobre a organização do trabalho e sobre a vida social no período medieval, principalmente no que se refere às relações entre senhores e servos.

Encaminhamento

Inicie esta etapa fazendo as seguintes perguntas aos alunos durante uma roda de conversa:

vocês sabem o que era o feudalismo? Em que época esse sistema socioeconômico se desenvolveu?

como era organizado o poder político no período Medieval?

o que eram feudos? Quais eram as suas partes principais?

como se organizava a sociedade nos feudos e como eram as relações de trabalho?

como era o dia a dia de um servo? E de um senhor feudal?

quais eram as condições de vida das mulheres nessa época?

Diga para os alunos responderem às questões oralmente e estabeleça um debate e uma troca de ideias sobre os temas apontados. Diante das respostas dos alunos, relembre-os de como funcionava o feudalismo, sistema socioeconômico que predominou na Europa Ocidental em parte do período Medieval. Comente, então, a divisão da sociedade em três ordens. Se necessário, escreva na lousa o quadro a seguir durante a conversa com os alunos.

Nobreza

Proprietários dos feudos e responsáveis pela manutenção da segurança nesses domínios de terra. Esse grupo era formado por condes, marqueses, viscondes, duques e pelo rei.

Clero

Religiosos que pertenciam à Igreja Católica. Grupo formado pelo baixo e alto clero.

Camponeses

Trabalhadores em geral. A maioria das pessoas desse grupo vivia sob o regime da servidão, no qual vinculava-se à terra de um senhor feudal por meio do trabalho e em troca de segurança e proteção.

Em seguida, explique sobre o poder da Igreja, instituição que, naquela época, detinha bastante poder e exercia uma grande influência no dia a dia da população. Comente também a condição das mulheres na sociedade medieval, buscando problematizar essa questão com os alunos e trazer a eles uma discussão sobre o papel social desse grupo. Comente que as mulheres camponesas tinham um importante papel na manutenção das tarefas domésticas e do trabalho no campo, contribuindo também para o sustento das famílias. Já as mulheres da nobreza contribuíam para a organização do feudo e administração das tarefas dos servos. Se possível, durante o diálogo com os alunos, busque estabelecer uma relação com a atualidade, refletindo com eles sobre os diferentes papéis sociais das mulheres atualmente.

Por fim, comente a importância da propriedade sobre terra, a organização econômica do período e os laços de suserania e vassalagem. Além disso, destaque aos alunos os aspectos sobre a organização de um feudo, as estruturas que o formavam e suas funções.

Após essa conversa introdutória sobre o tema, divida a turma em quatro grupos e explique aos alunos que eles deverão fazer maquetes de feudos, com base no estudo sobre o período medieval.

I) Escrever na lousa o roteiro da construção da maquete.

II) Fazer uma lista das estruturas que serão representadas na maquete.

III) Desenhar a planta baixa da maquete, identificando cada uma das estruturas.

IV) Escrever o nome de cada uma das estruturas e sua função no feudo.

V) Fazer uma lista dos materiais necessários e definir quem será responsável por trazer cada um deles.

VI) Elaborar a sequência de produção das estruturas (desenhar, recortar, pintar e colar) e distribuir as atividades entre os componentes do grupo.

Enfatize que todos os membros do grupo devem ter atribuições durante a construção da maquete. Verifique a organização dos alunos e confira se as tarefas estão bem divididas em cada um dos grupos.

Se julgar conveniente, auxilie os alunos escrevendo na lousa uma lista de materiais para a produção da maquete:

Lápis grafite.

Borracha.

Régua.

Lápis de cor.

Uma caixa de papelão por grupo.

Uma placa de isopor (100 cm × 50 cm × 3 cm) por grupo.

Duas cartolinas brancas.

Papel crepom nas cores verde e marrom.

Tesoura com pontas arredondadas.

Tinta guache de cores diversas.

Pincel.

Fita adesiva.

Palitos de picolé.

Toalha de mão.

Explique aos alunos que as maquetes serão apresentadas aos colegas de outras salas e terão legendas explicativas. Portanto, os membros do grupo deverão saber explicar as funções das estruturas dos feudos e as relações sociais que se estabeleciam naqueles espaços.

Etapa 2 (aproximadamente 150 minutos / 3 aulas)

Preparação

Para o desenvolvimento dessa etapa, a sala deve estar organizada com as mesas unidas em quatro grupos, de forma que os alunos possam trabalhar em conjunto.

Providencie caixas de papelão e alguns materiais extras para o caso de algum grupo esquecer de
trazê-los. Se necessário, forre as mesas com jornais para preservá-las.

Encaminhamento

Peça aos alunos para se reunirem em grupos e colocarem os materiais para a produção da maquete sobre as mesas. Em seguida, auxilie-os a organizar o espaço e as tarefas entre eles.

Solicite então que eles iniciem as etapas do roteiro proposto nas aulas anteriores, fazendo o projeto do feudo e o desenho da planta baixa e recortando os materiais que serão utilizados na construção de cada estrutura.

Oriente-os a utilizar a caixa de papelão para fazer a fortificação, inserindo torres de vigia e muralhas. As cartolinas podem ser usadas para criar as diversas construções de dentro do feudo, como as moradias dos servos e do senhor feudal. Lembre aos alunos que se atentem aos detalhes das moradias dos senhores feudais e dos servos, verificando as diferenças entre esses elementos por conta dos grupos sociais aos quais pertencem. Além disso, destaque também as diferenças de tamanho entre o manso servil e o senhorial. Seria interessante que a maquete considerasse esses elementos característicos da diferença social daquela época.

Partes do feudo que podem ser representadas pelos alunos:

Mansos servis.

Igreja.

Terras comunais.

Rio.

Manso senhorial.

Castelo.

Local de pecuária.

Local de comércio.


Oriente-os também a produzir breves legendas explicativas sobre cada parte do feudo representada na maquete, para que isso possa ser inserido na apresentação dos trabalhos. As legendas também podem ser colocadas na maquete com palitos de sorvete.Sugira que os habitantes do feudo sejam desenhados na cartolina, coloridos, recortados e colados nos palitos de picolé, a fim de deixá-los em pé na placa de isopor. As plantações podem ser feitas com o papel crepom. Elucide que as maquetes devem representar cenas do cotidiano feudal, mostrando as relações entre suseranos e vassalos e destacando a questão do trabalho servil.

Após a conclusão das maquetes, organize-as em um espaço da sala, onde devem ficar guardadas até o momento da apresentação.

Etapa 3 (aproximadamente 50 minutos / 1 aula)

Preparação

Nessa etapa da sequência didática, ocorrerá a apresentação das maquetes para alunos de outras turmas. Convide os professores que estarão dando aulas no período a levarem suas turmas para assistir às apresentações.

Organize as mesas da sala antecipadamente, criando quatro espaços para expor as maquetes dos feudos.

Encaminhamento

Os alunos deverão permanecer próximos de suas maquetes e apresentar para os visitantes as estruturas do feudo, a função das construções, as relações que se estabeleciam naquele contexto, o trabalho das mulheres, a condição dos servos e as relações de suserania e vassalagem. Incentive o trabalho em equipe e o diálogo durante as apresentações.

Deixe claro que todos os membros do grupo devem participar das explicações e interagir com o público.

Avaliação de aprendizagem

O processo de avaliação é contínuo e deve ocorrer durante a realização de todas as atividades propostas. As perguntas a seguir apresentam alguns aspectos importantes a serem avaliados nesta sequência didática.

Aspecto

Sim

Não

Parc.

Os alunos compreenderam a organização social nos feudos?

Os alunos identificaram as características do trabalho servil no sistema feudal?

Os alunos problematizaram o papel social das mulheres na Idade Média?

Os alunos trabalharam de forma colaborativa no projeto e na execução da maquete?

Atividades

As atividades abaixo irão auxiliá-lo no processo de verificação de aprendizagem. Reproduza-as na lousa e peça aos alunos que as respondam da maneira que você julgar conveniente. Eles podem responder às questões oralmente, no caderno ou em uma folha separada.

1. Como estava dividida a sociedade no sistema feudal?

Estava dividida em nobreza (proprietários dos feudos e responsáveis pela segurança), clero (integrantes da Igreja) e camponeses (servos e trabalhadores).

2. Como se estabelecia a relação entre servos e senhores feudais?

Os servos se submetiam ao regime de servidão, no qual trabalhavam nas terras dos senhores feudais em troca de proteção e segurança.

Autoavaliação

Reproduza na lousa o quadro a seguir ou providencie cópias dele para os alunos.

Marque um X na alternativa que melhor representa como você se sente em relação às atividades desta sequência.

Sim

Não

Mais ou menos

Eu compreendi a dinâmica social do período Medieval?

Eu aprendi quais são as estruturas que formam um feudo?

Eu participei de todas as partes do desenvolvimento da maquete?


Fonte: PNLD