Mostrando postagens com marcador Atividade. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Atividade. Mostrar todas as postagens

18 fevereiro 2022

Interpretação de texto: Nasce um escritor



Leia:

Nasce um escritor 

            O primeiro dever passado pelo novo professor de português foi uma descrição tendo o mar como tema. A classe inspirou, toda ela, nos encapelados mares de Camões, aqueles nunca dantes navegados, o episódio do Adamastor foi reescrito pela meninada. Prisioneiro no internato, eu vivia da saudade das praias do Pontal onde conhecera a liberdade e o sonho. O mar de Ilhéus foi o tema da minha descrição.

            Padre Cabral levara os deveres para corrigir em sua cela. Na aula seguinte, entre risonho e solene, anunciou a existência de uma vocação autêntica de escritor naquela sala de aula. Pediu que escutassem com atenção o dever que ia ler. Tinha certeza, afirmou, o autor daquela página seria no futuro um escritor conhecido. Não regateou elogios. Eu acabara de completar onze anos.

            Passei a ser uma personalidade, segundo os cânones do colégio, ao lado dos futebolistas, os campeões de matemática e de religião, dos que obtinham medalhas. Fui admitido numa espécie de Círculo Literário onde brilhavam alunos mais velhos. Nem assim deixei de me sentir prisioneiro, sensação permanente durante os dois anos em que estudei no colégio dos jesuítas.

            Houve, porém, sensível mudança na limitada vida do aluno interno: o padre Cabral tomou-me sob sua proteção e colocou em minhas mãos livros de sua estante. Primeiro “As viagens de Gulliver”, depois clássicos portugueses, traduções de ficcionistas ingleses e franceses. Data dessa época minha paixão por Charles Dickens. Demoraria ainda a conhecer Mark Twain, o norte-americano não figurava entre os prediletos do padre Cabral.

            Recordo com carinho a figura do jesuíta português erudito e amável. Menos por me haver anunciado escritor, sobretudo por me haver dado o amor aos livros, por me haver me revelado o mundo da criação literária. Ajudou-me a suportar aqueles dois anos de internato, a fazer mais leve a minha prisão, a minha primeira prisão.

 

Jorge Amado. “O menino Grapiúna”.  Rio de Janeiro: Record, 1987. p.117-120.

 

Questão 1 – Segundo o texto, o novo professor de português pediu aos alunos uma descrição com o tema “o mar”. O narrador escolheu o mar de Ilhéus. Explique essa escolha:

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Questão 2 – De acordo com o texto, o professor “não regateou elogios” à vocação de escritor do narrador. O que significa “não regateou elogios”?

(     ) Significa “não poupou elogios”.

(     ) Significa “não inventou elogios”.

(     ) Significa “não selecionou elogios”.

 

Questão 3 – Na passagem “[...] sensação permanente durante os dois anos em que estudei no colégio dos jesuítas.”, a que sensação o narrador se refere?

______________________________________________________________________________

 

Questão 4 – Identifique o fato que, segundo o narrador, mudou de modo considerável a sua vida, marcada por limitações no internato:

(     ) “Passei a ser uma personalidade, segundo os cânones do colégio [...]”

(     ) “Fui admitido numa espécie de Círculo Literário onde brilhavam alunos mais velhos.”

(     ) “[...] Cabral tomou-me sob sua proteção e colocou em minhas mãos livros de sua estante.”

 

Questão 5 – No segmento “Primeiro ‘As viagens de Gulliver’ [...]”, o termo grifado exprime:

(     ) lugar.

(     ) modo.

(     ) tempo.

 

Questão 6 – Em “[...] clássicos portugueses, traduções de ficcionistas ingleses e franceses.”, a vírgula assinala a enumeração de elementos:

(     ) opostos.

(     ) alternados.

(     ) correlacionados.

 

Questão 7 – Na parte “Demoraria ainda a conhecer Mark Twain [...]”, ocorre:

(    ) a metáfora. (Uso de uma palavra no sentido figurado)

(   ) a sinestesia. (caracterizada pelo uso de palavras que remetem a diferentes ordens sensoriais) (os cinco sentidos do corpo humano)

(   ) a metonímia. (A metonímia é uma figura de linguagem em que se utiliza um termo no lugar de outro.) 

 

Questão 8 – O narrador expõe os motivos de ele recordar “com carinho a figura do jesuíta português erudito e amável”. Aponte o motivo, que na visão dele, ocupa uma posição secundária:

(     ) “[...] por me haver anunciado escritor [...]”

(     ) “[...] por me haver dado o amor aos livros [...]”

(     ) “[...] por me haver me revelado o mundo da criação literária.”


Fonte: Acessaber

16 fevereiro 2022

Interpretação de texto Mais um animal

Gato preto
Texto: Mais um animal
    Chico chegou da rua com um gatinho muito preto e muito magro debaixo do braço.
        – Vai me dizer que já arrumou mais dor de cabeça pra mim – disse-lhe a mãe.
       – Olha pra ele, mãe, tão bonitinho, tão magrinho. Ocê não tem dó dele?
        – Dó eu tenho, mas não quero saber de mais bicho em casa. O quintal já tá parecendo zoológico.
        – A senhora mesmo vive rezando pra São Francisco, o santo que acolhia os bichos…
        – Não é por ser devota de São Francisco que vou transformar minha casa em zoológico. Pode dar fim neste gato, não quero mais saber. Chegam muito os três que vivem embaraçando nas pernas da gente.
        – Olha pra ele, mãe. Só ele, tenha piedade do coitado. Não deve ter dono, nem pai, nem mãe, nem irmãozinho.
        – Não quero nem olhar.
        – Já sei por que não quer: para não pegar amor por ele. Alisa só o pelinho dele, vê como o coitado tá maltratado. Se fosse um angorá, aposto que você ia querer.
        – Se fosse um angorá, o dono não deixaria solto na rua.
        Chico saiu alisando o pelo do gatinho, triste por ter que se livrar dele. Sentou no alpendre e conversou com o gatinho:
        – Você tem que compreender que a casa não é minha, se fosse…No fundo, ela tem razão. Tenho três cachorros, três gatos, um papagaio, meia dúzia de galinhas, uma já ninhada de cinco pintinhos; um casal de patos, um porquinho da Índia, um coelhinho orelhudo … Sem contar, lá no sítio, o bezerro, o potrinho e a promessa que meu pai fez de me comprar cabritos, bodes e cabras. Já vi que ocê não compreende, que quer mesmo ficar.
        Vamos lá dentro tentar de novo? Vamos?
        – Mãe, você…
        – Outra vez com esse gato?
        – Eu só queria um pedaço de pão molhado no leite para dar pra ele. Depois de matar a fome, ele vai embora. Vou jogar o gatinho bem longe daqui de casa.
        A mãe deu um pedaço de pão e um pires com leite. Chico começou a matar a fome do novo amigo.
        Pão comido, leite lambido, a mãe falou:
        – Agora que ele comeu, pode dar o fora. E trate de levar esse gato pra bem longe.
        (...)
        -- Mãe, já arrumei um nome pra ele. Quer saber qual é?
        -- Não quero saber nada, quero que suma com ele.
        -- Pus o nome nele de Faquir. Coitado, tão magro, faminto, sem família, infeliz. Mãe? Ocê ouviu o nome dele?
        -- Ouvi. Tá bem escolhido, mas pode levar o seu Faquir daqui logo, logo.
        -- Mãe, vamos fazer um negócio?
        -- Que negócio?
        -- Meu aniversário está perto. Ocê lembra o que foi que pedi de aniversário?
        -- Pediu pro seu pai comprar um cavalo. E daí?
        -- Eu troco o cavalo pelo Faquir. Ocê topa? Ele é tão infeliz, tão magrinho, sem ninguém por ele. O cavalo fica pro ano que vem. Feito, hem, mãe?
        A mãe não aguentou, olhou com muito amor para o menino, passou a mão nos cabelos dele e disse-lhe:
        -- Pode, Chico. Mas que seja o último bicho que você traz pra casa. Tá certo assim?
        Tá, tá certo, mãe. Ocê é joia mesmo!
        E bem baixinho no ouvido de Faquir, disse-lhe:
        -- Eu não falei que ela acabava cedendo? Ela é joia!
                                                    José Elias. Com asas na cabeça.
                                                             São Paulo: Nacional, 1985.
Vocabulário:
Acolhia: abrigava.
Embaraçando: estorvando.
Piedade: dó, pena.
Alpendre: varanda.
Potrinho: filhote de cavalo.
Negócio: trato.
Entendendo o texto:


01 – Substitua as palavras destacadas por sinônimos:
a)   Cedeu à vontade do filho e o deixou ficar com o gato.
Concordou com o filho e o deixou ficar com o gato.
b)   Chico arrumou uma boa desculpa para convencer sua mãe.
Chico arranjou uma boa desculpa para convencer sua mãe.
c)   São Francisco acolhia todos os animais com muito amor.
São Francisco recebia todos os animais com muito amor.
d)   Coitado! Não tem ninguém que o abrigue.
Pobrezinho! Não tem ninguém que o acolha.
e)   O potrinho será meu próximo presente de aniversário.
O cavalinho será meu próximo presente de aniversário.
f)    Você não tem piedade dos bichos?
Você não tem dó dos bichos?
g)   Dê o fora, e não me embarace!
Suma e não me atrapalhe!
02 – Explique o sentido em que as expressões assinaladas foram usadas no texto.
a)   Já arrumou mais dor de cabeça para mim?
Dor de cabeça: problemas, trabalho.
b)   Pode dar fim neste gato, não quero mais saber.
Dar fim: sumir, fazer desaparecer.
03 – Construa uma frase empregando a expressão: mais um animal.
      Resposta pessoal do aluno.
04 – Qual é o título do texto?
      O título do texto é “Mais um animal”
05 – Quem é o autor?
      O autor é José Elias.
06 – Quantos parágrafos há no texto?
      O texto tem 33 parágrafos.
07 – Quais são os personagens da história?
      Os personagens da história são Chico, o Gato e a mãe do Chico.
08 – Como era o gatinho que Chico levou para casa?
      O gato era preto e muito magro.
09 – Por que o menino levou o gatinho para casa?
      Chico levou o gato para casa pois ele ficou com pena do gato porque estava muito magro e sozinho.
10 – Por que o gato não podia ficar na casa do Chico?
      Ele não podia ficar porque na casa já tinham muitos bichos.
11 – O que o gatinho ganhou antes de ir embora?
      Ele ganhou um pedaço de pão e leite, para matar a fome.
12 - Em sua opinião qual é a condição financeira de Chico? Justifique sua resposta.
      Resposta pessoal do aluno.
#gatopreto, #intepretaçãodetexto,#atividade#, maisumanimal#eliasjosé

27 outubro 2021

Sequência de atividade de Língua Portuguesa 5º ano

baixe atividades de Língua Portuguesa 5º ano totalmente grátis!

Antes de baixar o material, veja algumas habilidades que você poderá trabalhar com esse material.

Habilidades BNCC

(EF02LP17) Identificar e reproduzir, em relatos de experiências pessoais, a sequência dos fatos, utilizando expressões que marquem a passagem do tempo (“antes”, “depois”, “ontem”, “hoje”, “amanhã”, “outro dia”,
“antigamente”, “há muito tempo” etc.), e o nível de informatividade necessário.



(EF15LP02) Estabelecer expectativas em relação ao texto que vai ler (pressuposições antecipadoras dos sentidos, da forma e da função social do texto), apoiando-se em seus conhecimentos prévios sobre as condições de produção e recepção desse texto, o gênero, o suporte e o universo temático, bem como sobre saliências textuais, recursos gráficos, imagens,
dados da própria obra (índice, prefácio etc.), confirmando antecipações e inferências realizadas antes e durante a leitura de textos, checando a adequação das hipóteses realizadas.

Material que talvez te interesse! Clique na imagem e baixe.


(EF15LP03) Localizar informações explícitas em textos.
(EF15LP04) Identificar o efeito de sentido produzido pelo uso de recursos expressivos gráfico-visuais em textos multissemióticos.


Caso tenha gostado do nosso maerial, não esqueçam de curtir, comentar e compartilhar com seus colegas de trabalho!





08 junho 2021

First Conditional if+simple presente+will

Condicional em inglês – First Conditional



A Primeira Condicional (First Conditional) expressa uma ação que depende de uma condição para acontecer. Sua estrutura é formada pelo presente e futuro simples.

 First Conditional -Rules and Examples- (English Grammar) - YouTube

The First Conditional is used to express actions or situations that are likely to happen in the future. When we use it we are thinking about a situation or condition in the future that will be responsible for a result. In the First Conditional there is a real possibility that the condition, action or situation in matter will happen. / A Primeira Condicional é usada para expressar ações ou situações que são prováveis de acontecer no futuro. Quando a usamos, estamos pensando sobre alguma situação ou condição no futuro que será responsável por um resultado. Na Primeira Condicional, há uma real possibilidade de que a condição, ação ou situação em questão acontecerá.

Look at the example: / Veja o exemplo:

If I have enough happiness, I will be happy ever after!
Se eu tiver felicidade suficiente, serei feliz para sempre!

·         The First Conditional Form: / A forma da primeira condicional:

If + Simple Present + Simple Future
Se + Presente Simples + Futuro Simples

Look at more examples using the First Conditional: / Veja mais exemplos de uso da Primeira Condicional:

If I call Daniel, he will be really happy.
Se eu ligar para o Daniel, ele ficará realmente feliz.

If you give her some love, she will love you back.
Se você der a ela um pouco de amor, ela o amará também.

If we tell our parents we want it, they will give it to us.
Se nós dissermos aos nossos pais que queremos isso, eles nos darão.

If they don’t hurry, they will miss the bus.
Se eles não se apressarem, perderão o ônibus.

Notice that, in all the above situations we are thinking about a future condition. None of the situations is happening yet, but there is the possibility of all of them to conclude. The Present Simple is used to show a possible future condition and the Simple Future to show a possible future result. Remember that the possibility of the condition will happen is real, this is really important in the first conditional. / Repare que, em todas as situações acima, estamos pensando sobre uma condição no futuro. Nenhuma das situações está acontecendo, mas há a possibilidade de todas elas serem concluídas. O Presente Simples é usado para mostrar uma possível futura condição, enquanto o Futuro Simples é usado para mostrar um possível resultado futuro. Lembre-se de que a possibilidade de que a condição acontecerá é real. Isso é realmente importante na Primeira Condicional.

The first conditional structure isn’t rigid because it can vary depending on the sentence. The “if” clause can appear or not in the beginning of the sentence. Look the examples bellow: / A estrutura da primeira condicional não é rígida, pois ela pode variar dependendo da sentença. O “if” (se) pode ou não aparecer no início da frase. Veja os exemplos abaixo:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

If Clause + Main Clause

If I see Park, I will hug him!
Se eu ver Park, eu irei abraçá-lo!

If you are free tonight, he will invite you to dinner.
Se você está livre essa noite, ele irá convidá-la para jantar.

If we don’t study to the Finals, we won’t pass the exams.
Se nós não estudamos para as provas finais, nós não passaremos nos testes.

Main Clause + If Clause

I will hug Park, if I see him.
Eu abraçarei Park, se eu vê-lo.

He will invite you to dinner, if you are free tonight.
Ele convidará você para jantar, se você está livre hoje à noite.

We won’t pass the exams, if we don’t study to the finals.
Nós não passaremos nos testes, se não estudamos para as provas finais.

Considerations about the First Conditional / Considerações sobre a Primeira Condicional:

When we use the Simple Future to form the First Conditional it doesn’t mean that we will just use the “will” to represent the future. We can use the “going to” as well as “will”, and also some modal verbs such as “can”, “may” and “must”. Look at the examples bellow and check it out! / Quando usamos o Futuro Simples para formar a Primeira Condicional, não significa que utilizaremos apenas o “will” para representar o futuro. Podemos usar o “going to”, assim como usamos o “will”, e também alguns verbos modais, como “can”, “may” e “must”. Veja os exemplos abaixo:

If I see her, I'm going to tell her exactly how I feel.
Se eu vê-la, eu direi a ela exatamente como eu sinto.

If you go to Paris, you must see the Eiffel Tower.
Se você vai a Paris, você deverá ver a Torre Eiffel.

If she comes, we can talk about it with her.
Se ela vem, poderemos falar sobre isso com ela.

If we ask you about the exercise, you may be able to help us.

Exercícios

 1º) Put the verb into the correct first conditional form:

a) If I _______(go) out tonight, I _______(go) to the Marissa’s house.

b) If they _______(say) that again, I _______(be) angry.

c) If we _______(not see) our friends tomorrow, we see them next week.

d) If she _______(come) (come) today, he _______(be) very surprised.

e) If you _______(stay) here, we (be)_______late.

 

2º) (UFSC – Adaptada) Choose the grammatically CORRECT proposition to complete the blanks in the following sentence:

If he ____________ the basics of computers, he ____________ a better student.

a) learns – become

b) learning – will become

c) will learning – becomes

d) learns – will become

e) will learn – become

 

3º) (PUC-RIO) In the sentence “If you wrote about the international banking systems for bankers, your language and information would be more technical”, the author intends to transmit an idea of:

a) conclusion

b) addition

c) condition

d) comparison

e) contrast

 

4º) Choose the correct alternative:

a) If they go to the cinema, I will (go / gone) too.

b) She (looks / will look) completely different if she cuts her hair.

c) You won't pass the course if you (don't / won't) study.

d) If my mother goes to Paris, she (has / will have) a very nice time.

e) If I leave now, I (will arrive / arrive) in São Paulo by 6:00 PM.

1º) Put the verb into the correct first conditional form:

a) If I _______(go) out tonight, I _______(go) to the Marissa’s house.

b) If they _______(say) that again, I _______(be) angry.

c) If we _______(not see) our friends tomorrow, we see them next week.

d) If she _______(come) (come) today, he _______(be) very surprised.

e) If you _______(stay) here, we (be)_______late.

 

2º) (UFSC – Adaptada) Choose the grammatically CORRECT proposition to complete the blanks in the following sentence:

If he ____________ the basics of computers, he ____________ a better student.

a) learns – become

b) learning – will become

c) will learning – becomes

d) learns – will become

e) will learn – become

 

3º) (PUC-RIO) In the sentence “If you wrote about the international banking systems for bankers, your language and information would be more technical”, the author intends to transmit an idea of:

a) conclusion

b) addition

c) condition

d) comparison

e) contrast

 

4º) Choose the correct alternative:

a) If they go to the cinema, I will (go / gone) too.

b) She (looks / will look) completely different if she cuts her hair.

c) You won't pass the course if you (don't / won't) study.

d) If my mother goes to Paris, she (has / will have) a very nice time.

e) If I leave now, I (will arrive / arrive) in São Paulo by 6:00 PM.


Produzido por: Washington Allifer


19 maio 2021

Interpretação de texto: O burro trapaceiro

O burro trapaceiro

Há muitos anos, moravam num mesmo curral, um burro, um boi e um cordeiro. Embora pela manhã os três tivessem que trabalhar muito, à tarde podiam descansar à vontade no curral, pois o dono os tratava muito bem.



Que fazer durante as horas livres? Resolveram passar as tardes jogando cartas ou dados. Quem ganhasse, podia dormir no melhor estábulo. Como se pode imaginar, os três jogavam com o maior afinco.

O burro era um grande trapaceiro. Ganhava todas as partidas e, por isso, dormia sempre no melhor estábulo. O boi e o cordeiro começaram a desconfiar dele. Para terem certeza de suas suspeitas, fizeram uma pequena cruz em todas as cartas.

Quando o burro voltou a ganhar, na partida seguinte, os amigos lhe pediram:

Mostre-nos suas cartas, amigo! disse-lhe o cordeiro.

Isso, as suas cartas! apoiou o boi.

Estão insinuando que eu estou fazendo trapaça? perguntou o burro, meio sem jeito.

De nada adiantou negar. Teve de mostrar as cartas que tinha posto sobre a mesa. Nenhuma delas estava marcada com uma cruz. Quer dizer, não pertenciam ao baralho e o burro tinha-as tirado da manga. Assim, os dois puderam comprovar suas suspeitas. Realmente há muito tempo o burro os estava enganando.

Desde essa tarde, não voltaram a jogar com ele, pois haviam perdido totalmente a confiança. E passaram a se revezar na utilização do melhor curral.

 

Disponível em: <https://metaforas.com.br/infantis/2018-06-02/o-burro-trapaceiro.htm>.

 

Questão 1 – Releia este fragmento da história:

 

“[...] à tarde podiam descansar à vontade no curral”.

Isso acontecia porque:

(     ) o dono cuidava muito bem dos três animais.

(     ) os três animais trabalhavam demais durante a manhã.

(     ) os três animais moravam no mesmo curral há muito tempo. 

Questão 2 – Segundo a história, os três animais “jogavam com o maior afinco” para a disputa do melhor estábulo. Nesse contexto, o termo “afinco” significa:

(     ) “cautela”.

(     ) “empenho”.

(     ) “impaciência”.

Questão 3 – Na passagem “Ganhava todas as partidas e, por isso, dormia sempre no melhor estábulo.”, o narrador refere-se:

(     ) ao boi.

(     ) ao burro.

(     ) ao cordeiro. 

Questão 4 – Em “Para terem certeza de suas suspeitas, fizeram uma pequena cruz em todas as cartas.”, o trecho destacado exprime:

(     ) condição.

(     ) finalidade.

(     ) consequência. 

Questão 5 – Grife, na fala a seguir, o vocábulo usado pelo cordeiro para se dirigir ao burro:

 

“— Mostre-nos suas cartas, amigo! disse-lhe o cordeiro.”

 

Questão 6 – Na parte “Teve de mostrar as cartas que tinha posto sobre a mesa.”, o texto conta:

(     ) um desejo do burro.

(     ) uma obrigação do burro.

(     ) uma promessa do burro.

Questão 7 – No segmento “Desde essa tarde, não voltaram a jogar com ele [...]”, a expressão grifada indica uma circunstância de:

(     ) lugar.

(     ) modo.

(     ) tempo.

Questão 8 – Pode-se concluir que a história do burro trapaceiro é:

(     ) um conto.

(     ) uma fábula.

(     ) uma reportagem.

05 junho 2020

Atividade sobre ISTs


Atividade sobre ISTs

1º) Sobre o uso de métodos contraceptivos e as infecções sexualmente transmissíveis, marque a alternativa INCORRETA:

a.      (     ) A camisinha é um método que previne a gravidez, além de proteger contra algumas infecções sexualmente transmissíveis.

b.      (     ) O uso de anticoncepcionais orais, além de prevenir a gravidez, é eficaz na proteção contra ISTs.

c.      (     ) De todos os métodos contraceptivos, a camisinha é o mais eficaz na proteção contra ISTs.

d.      (     ) Algumas infecções sexualmente transmissíveis podem ser evitadas com medidas de higiene.


 

2º) A sífilis é uma doença transmitida pela bactéria Treponema pallidum. Essa infecção é caracterizada por:

a.      (     ) Inflamação no canal da uretra.

b.      (     ) Feridas nos órgãos sexuais, conhecidas por cancro duro.

c.      (     ) Baixa na imunidade do portador.

d.      (     ) Lesões dolorosas.

e.      (     ) Lesões dolorosas e ulceradas em todas as partes do corpo.


3º) A clamídia é uma infecção causada por bactéria e normalmente se apresenta assintomática, entretanto pode desencadear alguns problemas de saúde graves. A respeito dos sintomas e consequências dessa infecção em mulheres, marque a alternativa correta:

a.      (     ) A clamídia pode causar dores no pé da barriga, impedimento da gravidez ou gravidez tubária.

b.      (     ) A clamídia pode causar lesões dolorosas na vagina.

c.      (     ) A clamídia pode causar pequenas verrugas na região genital.

d.      (     ) A clamídia pode causar dores pélvicas e verrugas na região genital.

e.      (     ) A clamídia pode causar baixa na imunidade, permitindo assim a contaminação por outras doenças.


4º) A respeito das infecções sexualmente transmissíveis, marque a questão correta:

a.      Todas as infecções sexualmente transmissíveis são caracterizadas pelo aparecimento de lesões.

b.      A camisinha só é eficiente como método para proteger contra a gravidez.

c.      Uma mulher grávida pode transmitir uma doença sexualmente transmissível ao seu filho.

d.      Toda IST é transmitida exclusivamente por relação sexual.

e.      A AIDS, a sífilis, a gonorreia e a anemia são infecções sexualmente transmissíveis.


5º) O HIV é o vírus causador da AIDS. Essa doença ataca o sistema imunológico, deixando a pessoa mais suscetível a doenças chamadas de oportunistas. As células mais atingidas por esse vírus são:

a.      (     ) Hemácias.

b.      (     ) Plaquetas.

c.      (     ) Linfócitos T.

d.      (     ) Linfócitos B.

e.      (     ) Macrófagos. 


6º) Nem todas as doenças sexualmente transmissíveis possuem sintomas, sendo assim, não é possível descobrir se uma pessoa apresenta alguma DST apenas olhando para ela. Baseando-se nessa informação, marque a única alternativa que não garante a prevenção contra uma dessas doenças:

a) (     ) Usar camisinha em toda relação sexual.

b) (     ) Nunca compartilhar seringas.

c) (     ) Não compartilhar objetos de uso pessoal, como lâmina de barbear.

d) (     ) Não compartilhar roupas íntimas.

e) (     ) Utilizar sempre métodos comportamentais nas relações sexuais.


 7º) s doenças sexualmente transmissíveis podem ser causadas por diferentes agentes, tais como fungos, vírus, bactérias e protozoários. Entre as doenças abaixo, marque a única causada por um protozoário.

a) (     ) Aids.

b) (     ) Tricomoníase.

c) (     ) Hepatite.

d) (     ) Candidíase.

e) (     ) Gonorreia.


 8º) O HPV provoca uma doença que ocasiona uma verruga genital, além de ter relação direta com o câncer do colo do útero. Analise as alternativas a seguir e marque o nome da DST provocada pelo HPV.

 a) (     ) Herpes genital.

b) (     ) Gonorreia.

c) (     ) Sífilis.

d) (     ) Condiloma acuminado.

e) (     ) Cancro mole.


 9º) A Aids é uma doença que se caracteriza pelo enfraquecimento do sistema imunológico, o que desencadeia o surgimento de doenças oportunistas. Sobre a Aids, marque a alternativa correta:

a) (     ) A Aids é causada por um vírus chamado de HPV.

b) (     ) A Aids é transmitida exclusivamente por via sexual.

c) (     ) A Aids, se tratada precocemente, apresenta 100% de chances de cura.

d) (     ) O exame para detectar o vírus da Aids é feito por meio da coleta de sangue e não é disponível gratuitamente.

e) (     ) O uso de medicamentos antirretrovirais ajuda a aumentar a sobrevida dos soropositivos.